bemcomum_imagem06.jpg

Discursos artísticos em torno da palavra DEMOCRACIA e dos DIREITOS HUMANOS.

Processo criativo (fragmentos): 

|   REFLEXÕES   

|   VIDEO-POEMAS

|   LABORATÓRIO DE TEATRO COM A COMUNIDADE

Projeto de Criação apoiado pela DGArtes - Ministério da Cultura da República Portuguesa.

logo_dgartes.png
logo_cultura.png

Bem Comum

Discursos artísticos em torno da palavra DEMOCRACIA e dos DIREITOS HUMANOS.

No projeto artístico “Bem Comum” procuramos olhar para a história dos direitos humanos, propondo, em paralelo, trabalho de pesquisa, exercícios de experimentação e reflexão individual. Se, por um lado, traçamos um olhar narrativo sobre a história dos direitos humanos desde a Lei de Talião; por outro lado, pretendemos, através do jogo dramático, “ensaiar” formas de olharmos para nós próprios à procura das sementes para aquilo que construímos em conjunto: a capacidade de empatia, o valor da solidariedade, os sentimentos de respeito e de compreensão pelo outro.


Conscientes de que se trata de um tema de enorme abrangência, privilegiamos o processo artístico em várias etapas e em diferentes formatos de relação com o público. Nesse sentido, propomos:
- Oficinas de exploração criativa: “Ensaiar a Vida”;
- Peças de teatro portátil “Cartas para o Futuro”:

----- "História de um muro" (>4 anos) 

----- "Epopeia de Rodolfo" (>8 anos)
- Espetáculo transdisciplinar, de videoarte, teatro e música: “Bem Comum”, dirigido ao público geral;

- Partilha periódica com o público, através da rede e em formato não presencial, de fragmentos do processo criativo: "Vídeo-poemas".

As oficinas de exploração criativa “Ensaiar a Vida” integram várias áreas artísticas (teatro, artes plásticas, arquitetura e escrita criativa) numa lógica de transdisciplinaridade. As oficinas consistem numa viagem narrativa que inclui jogos teatrais, atividades de expressão plástica e escrita criativa. O objeto-metáfora resultante do trabalho de cada participante expressa uma síntese pessoal no seu processo de entendimento e de questionamento em torno dos conceitos abordados.

Os espetáculos de teatro portátil “Cartas para o Futuro” são vocacionados essencialmente para públicos escolares e famílias, podendo ser realizados em escolas, bibliotecas, museus, auditórios, teatros e monumentos. 
A dramaturgia é original, baseada numa pesquisa em torno da evolução histórica e do campo semântico em torno dos conceitos de “Estado Democrático”, “Liberdade”, “Direitos Humanos”, "Direitos das Crianças".
 

O espetáculo transdisciplinar “Bem Comum” será dirigido a público geral e focará os temas já apresentados. Este será um objeto-síntese de todo o processo artístico do projeto “Bem Comum”. 
O espetáculo integrará videoarte, teatro e música, sendo que o objeto fílmico será a presença aglutinadora do espetáculo. O filme irá incluir partes da pesquisa, entrevistas a pessoas notáveis do pensamento político, momentos das oficinas “Ensaiar a Vida” e registos feitos por crianças a partir das apresentações da peça de teatro portátil “Cartas para o Futuro”. Colocamo-nos, assim, numa linha de fronteira entre o documentário e o artístico, procurando caminhos para pensarmos, em conjunto, modelos de sociedade e o papel que cada indivíduo assume nestas caminhadas coletivas. 

 

O processo criativo é partilhado com o público, no sítio https://www.projetofaunas.com/bem-comum, através de vídeo-poemas lançados mensalmente entre setembro/2021 e junho/2022.

Os vídeo-poemas contemplam: 

- pequenos objetos de videoarte sobre o tema;

- leituras de textos historicamente significativos no âmbito dos direitos humanos;

- conversas com personalidades cujo trabalho e ação estão de algum modo implicados no âmbito dos direitos humanos e das construções democráticas.
 

epopeiaderodolfo_01.jpg